O clipe da cantora Khrystal

Posted on

Oi Gente! To sumidinha, né?

Mas quando eu sumir assim, fiquem felizes porque é sinônimo de muito trampo, e, consequentemente, falta de tempo 😀 Sim, porque eu trabalho viu? Vivo de ser blogayra não! kkkkk

Então…

um desses trabalhos foi a produção de moda para a gravação de um videoclipe da cantora Khrystal.

A música Zona Norte/ Zona Sul fala das diferenças sociais na nossa cidade, de preconceito e discriminação. Mas é, ao mesmo tempo, e apesar da carga forte de crítica  social, uma canção muito bonita.

A ideia do clipe é que Khrystal estivesse andando pelos lugares da Zona Norte que ela cita na música, interagindo com as pessoas e fazendo parte de verdade daquele ambiente.

A documentarista Rita Machado gravava tudo com uma câmera de mão, sem tripé, sem muitas firulas de iluminação. O objetivo era esse mesmo, uma câmera acompanhando Khrystal pela Zona Norte.

O visual dela tinha que ser bonito, mas não excessivamente produzido. Não poderia ser uma roupa que limitasse os movimentos, pois Khrystal ia subir escadas, ladeiras, sentar no chão, jogar bola com as crianças… por isso pensamos em usar um macacão.

Além disso não poderia ser nada que fugisse muito do estilo da cantora, que gosta de tudo o mais natural possível. Detesta muitas firulas e passa longe do salto alto (pelo menos por enquanto hehehe).

Para minha sorte, encontramos um macacão do jeitinho que a gente queria, lá na Bain Douche.

E Khrystal gostou tanto da ideia do macacão, que ainda comprou mais dois (em outros modelos, é claro) para usar “na vida real”.

Fiz alguns poucos registros durante a gravação. Não deu para fotografar direito porque não levei câmera, todas as fotos foram feitas com o iPhone.

Mas quando o clipe tiver pronto e editado, coloco aqui pra vocês verem como ficou.

Na porta de uma casinha bem simples, mas cheia de poesia, na comunidade da África.

Outra na África. Essa casa aí tinha uma plaquinha assim: “Bazar. Remonta-se roupas e bolsas” e várias peças penduradas na varanda. Achei lindo!

 

Na linha de trem perto da ponte de Igapó.

Gravamos com o por do sol da ponde de Igapó! Nunca tinha atravessado a ponte a pé, a luz é linda no rio perto do fim da tarde.

Essa eu roubei do Instagram de Khrystal! Adorei essa foto dela com Carlinha, uma menina super fofa que encontramos pelo caminho e participou do clipe.

É isso gente. Sei que não dá pra ver muitos detalhes nas fotos, mas quando o clipe estiver pronto vocês vão ver tudinho.

Para quem quiser ouvir e/ou baixar a música Zone Norte/Zona Sul, tem link do 4Shared aqui.

 

 

13
  • Compartilhe  →

Dica musical

Posted on

Gente, dica de um programinha ótimo para vocês nesta quarta-feira!

Hoje (06/04), na Casa da Ribeira, Diogo Guanabara e Macaxeira Jazz apresentam o show “Tocando o Choro Potiguar”.

É um trabalho que presta homenagem aos compositores de choro potiguares. Começa às 19h30, e os ingressos estão à venda na Botton do Midway Mall, ou na bilheteria da Casa, a R$ 10,00.

Pra quem não conhece o trabalho do grupo, vou deixar aqui um vídeo do show que eles fizeram tocando somente versões de canções dos Beatles. O legal é que os meninos fazem música instrumental que não é chata nem dá sono huahuahuahua

É uma música  que eu adoro!

4
  • Compartilhe  →

Evolução

Posted on

Os Beatles inspiraram o cabelo e o estilo dos homens por muitos anos. E até hoje eles são referência para alguns.

Encontramos uma imagem divetida e interessante, que mostra a evolução do visual do quarteto de Liverpool entre os anos 1963 e 1970.

Cabelos, barbas e bigodes, mudaram um bocado. O que nunca mudou foi o sucesso das canções que continuam emocionando gerações, não é?

1
  • Compartilhe  →

Buraco da Catita no blog de Luiz Nassif

Posted on

Se tem um lugar legal pra se frequentar hoje em dia aqui em Natal, é o Buraco da Catita.

Foto: Site Natal Online

Lá você pode ouvir música ótima, ver gente interessante e tomar uma cerveja (ok, nem sempre muito gelada, mas isso a gente releva). Tudo isso no bairro mais charmoso da cidade, que ainda é a Ribeira – e esse título ninguém tira dela!

Além disso, a diversidade reina entre os frequentadores. Tem gente de todo tipo, e é onde dá pra fugir do exército de patricinhas de saia bandage e blush bronzeador, que dominam o resto da cidade. Também é especialmente difícil encontrar algum representante da espécie “gordinho nelore” com sua camisa pólo vestida à vácuo. E isso já é atrativo suficiente para me levar a um local huahuahuahua.

Toda essa introdução é só para dizer que lendo o blog do Luis Nassif, vi esse post sobre o Buraco da Catita e achei ótimo que a fama do lugar esteja se espalhando.

Segue o post:

Não saiu sarau em Brasília, mas criou-se enorme oportunidade para blogueiros conversarem com blogueiros de todo o país.

Havia um grupo ótimo de Natal, insistindo para um Sarau na cidade e me falando muito no “Buraco da Catita”, bar onde se reúnem os chorões da cidade, em homenagem a K-Ximbinho, o filho ilustre.

De volta a Poços de Caldas, saí para comer uma pizza com meu primo e parceiro de choro Oscar Nassif de Mesquita, grande físico. Comentei sobre o boteco.

Ele me contou que este ano organizou um seminário internacional de cientistas em Natal – em um Instituto de ciência recentemente transferido para a cidade (não é o de Nicolelis). À noite ele e um colega israelense – co-organizador do encontro – decidiram ir atrás de música local. Penaram para conseguir a dica. Justamente do “Buraco da Catita”.

Lá, encontraram um time de primeiríssima, especialmente o violão seis cordas (alô, alô, natalenses: quem é?).

No relatório final do encontro, o físico israelense recomendou que em todo encontro internacional de cientistas, no Brasil, fosse incluída uma programação de música brasileira local.

No vídeo, os violonistas Danilo Guanais e Álvaro Barros, acompanhados por Antônio de Pádua no pandeiro.

Para quem quiser saber mais sobre a programação do lugar, tem o blog http://buracodacatita.blogspot.com/ e o twitter deles é @buracodacatita

😀

1
  • Compartilhe  →

Chan Chan

Posted on

Barbarito Torres e Amadito Valdes, acompanhados das cantoras Idania Valdes e Teresa Cartula, foi a coisa mais incrível que já vi na vida. Depois posto fotos e  vídeos do show.

1
  • Compartilhe  →